Hanno sparato contro il sole

This work is a visual and textual reinterpretation of the poem “Hanno sparato contro il sole”, by Alfonso Gatto, written in the context of the Resistance movement in Italy. Non s’ode nulla ma il vento risveglia il fischio d’un treno. L’alba è già scesa sui capelli biondi dei ragazzi che Ler mais…

The WrongWrong

The generative artwork WrongWrong was born from The Wrong and for The Wrong. For its 2019 edition the online art biennial The Wrong issued guidelines for artwork submissions, where the organizers instruct artists that there is (sic) “no need for artwork inspired in news, politics, sports, twitter hate strings or Ler mais…

Hello

is a greeting, a connection starter, something we say when we travel, arrive at a location and are met by other people, and also when we engage in a dialogue over our communication devices.  The concepts of communication and transportation have some interesting similarities and intersections. Trains connect distant Ler mais…

SAR – Speciesism | Ageism | Racism

EN | PT https://en.wikipedia.org/wiki/Speciesism https://en.wikipedia.org/wiki/Ageism https://en.wikipedia.org/wiki/Racism Speciesism | Ageism | Racism (SAR) is a generative cinematic artwork stemming from the millennia-old practice of mask making and laying claim to the fundamental richness of diversity. SAR generates sequences of masks from photos of people and animals without bias, imbued meaning or Ler mais…

EM’ET – Recomposição facial generativa

EM’ET – Espelho Meu, Espelho Teu. E se os nossos espelhos nos devolvessem a imagem de quem somos, sobreposta com imagens de quem nos influencia, de quem nos afecta, amigos e desconhecidos, amados, odiados ou simplesmente ignorados? Programação em Processing Captação de imagem vídeo e processamento em tempo real

#6 You&Me – revisitando os postos de interação

Depois de fixar a parte gráfica/programação do projeto, os postos de interação (para dois utilizadores simultâneos) precisavam de ser revistos face às opções entretanto tomadas. Face à opção de dividir o poema em seis segmentos, todos eles identificados com alguns elementos gráficos intimamente ligados às ideias e imagens expressas, identifiquei Ler mais…

#5 You&Me – aproximação final aos grafismos interativos

Os corações flutuantes tendem a aproximar-se. Ao atingir um determinado nível de proximidade, eles são inexoravelmente atraídos um para o outro, e quando se tocam unem-se em criação, harmonia, partilha, contacto. Os seis momentos basilares que definem o comportamento da instalação relacionam-se diretamente com o poema que lhe serviu de Ler mais…

#4 You&Me – narrativa, ações, interações e feedback visual

Cada indivíduo é um coração. Cada coração um símbolo de vida, mas também de sentimento. A existência humana pode ser vivida num estado de aparente proximidade (entre corações), sem que exista um relacionamento. É o estado de flutuação. Cada coração pode escolher determinadas ações que irão provocar uma aproximação, seja Ler mais…

Retratos generativos

Retratos generativos criados a partir de submissão de fotografia pessoal, com processamento por aplicações desenvolvidas em Processing 3.1. Cubismo generativo Impressionismo generativo

#3 You&Me – grafismos e dinamismo interativo digital

Paralelamente à exploração dos dispositivos de interação, dedico-me também a explorar os aspetos reativos a essa mesma interação, nomeadamente gráficos e de animação. O conceito está neste momento centrado em dois corações realistas, animados, representações diretas de You & Me, que podem evoluir independentemente um do outro, sendo o objetivo Ler mais…

Alchimia no Encontro Ciência 2016

 No âmbito da participação do Centro de Investigação em Artes e Comunicação (CIAC) no encontro Ciência 21016, a Alchimia foi alvo de reportagem dedicada aquele evento, um encontro anual, aberto a toda a comunidade científica, para a apresentação e discussão dos principais temas, resultados e questões presentes no debate internacional Ler mais…

Alchimia (V1) – arte generativa interativa

 ALCHIMIA (V1) As imagens são geradas automaticamente e o sistema progride sem perturbação. Mas nós afectamos o sistema e provocamos a mudança, a transformação, movimento, evolução, nascimento e morte. As nossas mãos transformam o mundo e trazem vida, felicidade, e criam. Nós transformamo-nos. Nós transformamos o mundo através da Ler mais…