Hanno sparato contro il sole

This work is a visual and textual reinterpretation of the poem “Hanno sparato contro il sole”, by Alfonso Gatto, written in the context of the Resistance movement in Italy. Non s’ode nulla ma il vento risveglia il fischio d’un treno. L’alba è già scesa sui capelli biondi dei ragazzi che Ler mais…

Patient Zer0 @ Tehnoarte

Patient Zer0 was selected to be a part of the Pandemic Art project, based in Timișoara, Romania. This call was addressed to creators, visual artists, musicians, writers and curators who wished to express their artistic presence by defining points of light on the ArcGIS platform, the same used to map the Ler mais…

The WrongWrong

The generative artwork WrongWrong was born from The Wrong and for The Wrong. For its 2019 edition the online art biennial The Wrong issued guidelines for artwork submissions, where the organizers instruct artists that there is (sic) “no need for artwork inspired in news, politics, sports, twitter hate strings or Ler mais…

Hello

is a greeting, a connection starter, something we say when we travel, arrive at a location and are met by other people, and also when we engage in a dialogue over our communication devices.  The concepts of communication and transportation have some interesting similarities and intersections. Trains connect distant Ler mais…

SAR – Speciesism | Ageism | Racism

EN | PT https://en.wikipedia.org/wiki/Speciesism https://en.wikipedia.org/wiki/Ageism https://en.wikipedia.org/wiki/Racism Speciesism | Ageism | Racism (SAR) is a generative cinematic artwork stemming from the millennia-old practice of mask making and laying claim to the fundamental richness of diversity. SAR generates sequences of masks from photos of people and animals without bias, imbued meaning or Ler mais…

έμπνευση, έρευνα, πληροφορίες, δράση, δημιουργία, παρέμβαση, επικοινωνίας

έμπνευση, έρευνα, πληροφορίες, δράση, δημιουργία, παρέμβαση, επικοινωνίας – inspiração, investigação, informação, acção, criação, intervenção e comunicação – é a derradeira peça na série Principium, e foi criada como resposta a um desafio académico, de revisitar o processo criativo ao fim de 4 anos, testá-lo e verificar quais as alterações. Mantendo Ler mais…

Love Wave

 “Love Wave” é um trocadilho apenas possível em inglês, dado que a sua tradução para português será “Onda de Love”. Passo a explicar: As “Ondas de Love” são ondas sísmicas de superfície, de elevado poder, e são a versão “sólida” das ondas que observamos, por exemplo, à superfície de um Ler mais…

EM’ET – Recomposição facial generativa

EM’ET – Espelho Meu, Espelho Teu. E se os nossos espelhos nos devolvessem a imagem de quem somos, sobreposta com imagens de quem nos influencia, de quem nos afecta, amigos e desconhecidos, amados, odiados ou simplesmente ignorados? Programação em Processing Captação de imagem vídeo e processamento em tempo real

#6 You&Me – revisitando os postos de interação

Depois de fixar a parte gráfica/programação do projeto, os postos de interação (para dois utilizadores simultâneos) precisavam de ser revistos face às opções entretanto tomadas. Face à opção de dividir o poema em seis segmentos, todos eles identificados com alguns elementos gráficos intimamente ligados às ideias e imagens expressas, identifiquei Ler mais…

#5 You&Me – aproximação final aos grafismos interativos

Os corações flutuantes tendem a aproximar-se. Ao atingir um determinado nível de proximidade, eles são inexoravelmente atraídos um para o outro, e quando se tocam unem-se em criação, harmonia, partilha, contacto. Os seis momentos basilares que definem o comportamento da instalação relacionam-se diretamente com o poema que lhe serviu de Ler mais…

#4 You&Me – narrativa, ações, interações e feedback visual

Cada indivíduo é um coração. Cada coração um símbolo de vida, mas também de sentimento. A existência humana pode ser vivida num estado de aparente proximidade (entre corações), sem que exista um relacionamento. É o estado de flutuação. Cada coração pode escolher determinadas ações que irão provocar uma aproximação, seja Ler mais…

Sobre Principium

Do meu corpo apodrecido irão crescer flores e eu estarei nelas e isso é a eternidade. Edvard Munch O Conceito. Vida e morte. Consciência e imaterialidade. Quantos mundos existirão dentro de mim, povoados por células que interagem entre si, sem que eu tenha consciência ou influência nessa interacção? Faço eu Ler mais…

About Principium

From my rotting body, flowers shall grow and I am in them and that is eternity. Edvard Munch Principium was inspired by the strange relationship we have with our bodies: while idolizing and relentlessly photographing the gym-sculpted outside we are still very uncomfortable around visions of its insides, nurtured by Ler mais…

Retratos generativos

Retratos generativos criados a partir de submissão de fotografia pessoal, com processamento por aplicações desenvolvidas em Processing 3.1. Cubismo generativo Impressionismo generativo

#3 You&Me – grafismos e dinamismo interativo digital

Paralelamente à exploração dos dispositivos de interação, dedico-me também a explorar os aspetos reativos a essa mesma interação, nomeadamente gráficos e de animação. O conceito está neste momento centrado em dois corações realistas, animados, representações diretas de You & Me, que podem evoluir independentemente um do outro, sendo o objetivo Ler mais…

Alchimia no Encontro Ciência 2016

 No âmbito da participação do Centro de Investigação em Artes e Comunicação (CIAC) no encontro Ciência 21016, a Alchimia foi alvo de reportagem dedicada aquele evento, um encontro anual, aberto a toda a comunidade científica, para a apresentação e discussão dos principais temas, resultados e questões presentes no debate internacional Ler mais…

Animum debes mutare, non caelum

Animum debes mutare, non caelum. Deves mudar o [teu] ânimo, não o [teu] céu. You must change [your] disposition, not [your] sky. Na sua versão original “Caelum non animum mutant qui trans mare currunt”, que significa “Aqueles que se apressam através do mar mudam o céu [sobre si], não as Ler mais…

Alchimia (V1) – arte generativa interativa

 ALCHIMIA (V1) As imagens são geradas automaticamente e o sistema progride sem perturbação. Mas nós afectamos o sistema e provocamos a mudança, a transformação, movimento, evolução, nascimento e morte. As nossas mãos transformam o mundo e trazem vida, felicidade, e criam. Nós transformamo-nos. Nós transformamos o mundo através da Ler mais…

Calcinatio Solutio Separatio Coniunctio Putrefactio Coagulatio Purgatio Sublimatio Fermentatio Exaltatio Augmentatio Proiectio

Calcination, solution, separation, combination, putrefaction, coagulation, cleansing, sublimation, fermentation, multiplication, projection. Calcinação, solução, separação, combinação, putrefação, coagulação, purificação, sublimação, fermentação, multiplicação, projecção. Doze passos da demanda alquimista – processos físicos e químicos que traduzem a busca da Verdade pela alma. A Alquimia é uma prática ancestral que une no seu Ler mais…

Corona lucis consilio et prudentia

Crown of light wisdom and prudence. Coroa de luz sabedoria e prudência. O busto é da autoria de Antonh Nuhn, e data de 1846, na obra “Chirurgisch-anatomische Tafeln (Abt. 1): Abbildungen der chirurgischen Anatomie des Kopfes und des Halses enthaltend”. O resplendor dividido ao meio é na realidade um curioso Ler mais…

Amare et sapere vix deo conceditur

Wisdom and love are scarcely granted together even to a god. Amor e sabedoria até a um deus são parcamente concedidos juntos. Frase atribuída a Públio Siro, (85 a.C. – 43 a.C.), escritor latino de Roma antiga, também conhecido como Publilio Sirio, ou como Publilius Syrius ou Publio Sirio, ou Ler mais…

Via veritas vita

The way, the truth, the life. O caminho, a verdade, a vida. “Via veritas vita” é uma frase em latim que significa “O caminho, a verdade, a vida”, e foi retirada do versículo 6 do capítulo 14 do Evangelho de S. João, como parte do discurso de despedida de Cristo Ler mais…

Exegi monumentum aere perennius

I have raised a monument more durable than bronze. Ergui um monumento mais duradouro do que o bronze. Palavras finais de Horácio no final do terceiro volumes de “Odes”, em regozijo pela qualidade da sua poesia, e de facto as suas palavras perduram até aos nossos dias. A ilustração principal Ler mais…