Inveniet quod quisque velit

C

Each shall find what he desires.

Cada um encontra o que deseja.

Frase atribuída a Aurélio Clemente Prudêncio (em latim: Aurelius Clemens Prudentius), referido comummente apenas como Prudêncio (348 – ca. 410), que foi um poeta romano cristão nascido na província romana da Hispânia Tarraconense.  Viajou para Roma, chamado pelo Imperador Teodósio I, e tornou-se funcionário imperial. Perto do fim de sua vida (cerca de 392) retirou-se da vida pública e tornou-se asceta, jejuando durante o dia e abstendo-se de consumir comida de origem animal. A partir dessa época escreveu os seus poemas e é considerado o maior poeta cristão da Antiguidade tardia.

A ilustração base é  a “Anatomia del corpo humano” de Juan Valverde de Amusco, em que um homem segura a sua pele com uma mão e uma faca de dissecação com a outra numa pose clássica.

399px-Anatomia_del_corpo_humano

Utilizei vários processos de tratamento da imagem e entendi “substituir” a cabeça da ilustração original por outra, tal como eliminar o braço que sustenta a pele, e recriá-lo a partir do outro braço.

tumblr_mahg87JSZN1rskv9do1_500

A ilustração representa uma secção da cabeça, mostrando o cérebro e o cerebelo, e é da autoria de Jean-Baptiste Marc Bourgery, do Traité complet de l’anatomie de l’homme, Paris 1831-1854 ( J.M. Bourgery e N.H. Jacob).

Gravures_couleur_oiseaux_-_470_Ibis_rouge

A ilustração do ibis vermelho é atribuída a Lord Turnbull, provavelmente datando de finais do século XIX.

Gravures_belles_fleurs___2253_Camellia_philadelphica

A camélia vermelha é um símbolo oriental de vida e nobreza (China) e de amor e excelência (Japão). A ilustração é atribuída ao Abade Laurent Berlèse, cerca de 1839-43.

Save