A instalação You&Me (a infinita constelação dos nossos sentidos) vai ser apresentada durante o Retiro Doutoral do Doutoramento em Média-Arte Digital, a acontecer em Alfama, no Centro Magalhães Lima, de 21 a 27 de julho.

Está, pois, na reta final de ajustamentos e melhorias, e um dos aspetos mais importantes, ligado ao conceito inicial – a da comunicação não mediada, entre dois utilizadores – carecia de uma transposição clara para a interação humana com a instalação generativa, algo que pudesse ressaltar a importância da comunicação humana direta, sobrepondo-se à da comunicação mediada.

Essa tradução foi terminada hoje, e foi acompanhada da decisão de introduzir aspetos de “gamificação“, que visam assegurar, não só o cumprimento com o propósito acima descrito, mas também dotar de simbolismo adicional essa mesma interação, que se pretende semanticamente rica, e simultaneamente lúdica.

Para chegar à solução final, usei novamente o poema de Casimiro de Brito como fonte de inspiração, em particular estas palavras: “O impossível toca-nos as mãos subitamente“.

Decidi assim basear a interação na utilização das mãos como forma de expressão, através da combinação de três gestos feitos com cada uma das mãos, pelos dois interatores, sendo que eles deverão descobrir a combinação correta e comunicá-la ao parceiro:

 

A “mão aberta com palma para fora”, símbolo de transparência, honestidade, franqueza.

Um gesto que se integrou já na cultura popular mundial, conhecido como o “V”, de vitória, após a Segunda Guerra Mundial, e utilizado a partir da década de 60 como gesto e símbolo de pacifismo (paz e amor).

O “punho fechado”, símbolo de poder, auto-determinação, apoio e solidariedade.

Assim, a cada um dos seis passos de descodificação do poema, estará associado um par de gestos – o mesmo par para ambos os interatores – destinados à mão esquerda e direita.

Quando um deles acertar na combinação correta, o “seu coração” começará a deslocar-se em direção ao outro. Para garantir que o encontro ocorre o mais brevemente possível, ele deverá comunicar essa combinação ao outro interator e, mantendo os gestos, ambos irão fazer com que os seus corações se encontrem e revelem as partes do poema.

Encerra-se assim o projeto, incluindo a arquitetura final do sistema, que integra um computador HP AIO, uma câmara Kinect One, um projetor de vídeo, um manequim, dois corações e elwire vermelho.

%d bloggers like this: