Depois de fixar a parte gráfica/programação do projeto, os postos de interação (para dois utilizadores simultâneos) precisavam de ser revistos face às opções entretanto tomadas.

Face à opção de dividir o poema em seis segmentos, todos eles identificados com alguns elementos gráficos intimamente ligados às ideias e imagens expressas, identifiquei seis ícones:

Estes ícones irão identificar as zonas de interação seguindo várias abordagens, conforme o tipo de sensores escolhidos. Para simplificar a tarefa, identifiquei um subconjunto de sensores que me pareceram mais interessantes, quer através de toque e pressão, que de medição de distância (sem toque).

Sensor simples de pressão.

 

Sensor capacitivo, funciona ligado a objetos metálicos ou condutores (contendo água, como é o caso das frutas).

 

Sensor de medição de distância (afastamento) e posição (horizontal).

 

As três interfaces em análise neste momento irão ser produzidas através de corte a laser de chapa metálica, com um dos seguintes layouts:

 

%d bloggers like this: