Cada indivíduo é um coração. Cada coração um símbolo de vida, mas também de sentimento.

A existência humana pode ser vivida num estado de aparente proximidade (entre corações), sem que exista um relacionamento. É o estado de flutuação.

Cada coração pode escolher determinadas ações que irão provocar uma aproximação, seja ela do tipo philos, eros, ágape, narcisista, storge, platónico ou maníaco. Existem ações que aproximam os corações, e outras que os afastam, ações que dão vitalidade ou que a retiram.

 

%d bloggers like this: